🚗
Carregando...
Anúncio

Moedas que perderam valor em comparação com o Dólar este ano

Em 2024, as moedas que perderam valor em comparação com o dólar têm sido um tópico de grande preocupação para economistas e investidores. 


Anúncio


De acordo com um levantamento da agência classificadora de risco Austin Rating, o real brasileiro está entre as moedas que mais se desvalorizaram frente à moeda norte-americana. 

Vamos explorar e conhecer as razões por trás dessa desvalorização e destacar as moedas mais impactadas em 2024.

Desempenho das Moedas em 2024 📅

Até junho de 2024, diversas moedas ao redor do mundo registraram quedas significativas em relação ao dólar

O real brasileiro, por exemplo, acumulou uma desvalorização de 9,5%, se posicionando na 7ª posição entre as moedas que mais perderam valor. 

Este desempenho coloca o Brasil em uma situação complicada, especialmente quando comparado a países com economias ainda mais instáveis.

Moedas que perderam valor

Outras Moedas que Perderam Valor 📉

A moeda nigeriana lidera o ranking de desvalorização, com uma queda impressionante de 42,8%. 

Outras moedas que registraram grandes perdas incluem a libra egípcia e a libra sul-sudanesa, com quedas de 35% e 29,9%, respectivamente. 

Essas moedas enfrentam uma combinação de crises econômicas internas, conflitos civis e políticas monetárias desafiadoras.

Quais são as Principais Razões para a Desvalorização das Moedas? 🤔

💲 Política Monetária dos EUA

Uma das principais razões para a valorização do dólar em 2024 é a política monetária adotada pelo Federal Reserve (Fed). 

O banco central norte-americano tem mantido uma postura rígida em relação aos juros devido a preocupações com a inflação. 

Juros elevados nos EUA tornam os títulos públicos americanos, as “Treasuries”, mais atraentes para investidores globais.

Isso resulta em uma demanda maior por dólares e consequente desvalorização de outras moedas.

Balança Comercial Brasileira

A balança comercial brasileira também teve um papel significativo na desvalorização do real. Em 2023, o Brasil registrou um superávit recorde de mais de US$ 98 bilhões. 

No entanto, em 2024, a balança comercial mostrou sinais de correção, refletindo menor demanda internacional e influências das movimentações de juros nos EUA. 

Quando as exportações superam as importações, há uma entrada maior de dólares no país, mas com uma piora na balança comercial, menos dólares entram, elevando seu valor em relação ao real.

📝 Quadro Fiscal do Brasil

O quadro fiscal brasileiro também contribuiu para a desvalorização do real. 

Em abril de 2024, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, anunciou uma revisão na projeção fiscal do Brasil, passando de um superávit de 0,5% do PIB para um déficit zero em 2025. 

Essa mudança foi interpretada pelo mercado como uma flexibilização das políticas fiscais, aumentando as preocupações sobre a sustentabilidade das finanças públicas e impactando negativamente a confiança dos investidores na moeda brasileira.

Escalada de Conflitos Internacionais 🌐

Conflitos internacionais também influenciam a valorização do dólar. 

Em abril de 2024, por exemplo, houve uma escalada nos conflitos entre Irã e Israel, gerando incertezas no Oriente Médio. 

Investidores buscam refúgio em ativos mais seguros, como o dólar, durante períodos de instabilidade geopolítica.

Resultando na valorização da moeda norte-americana e na desvalorização de moedas emergentes.

Moedas que Mais Perderam Valor 📊

  1. Naira (Nigéria): A moeda nigeriana registrou a maior desvalorização, com uma queda de 42,8%. A Nigéria enfrenta desafios econômicos significativos, incluindo inflação alta e instabilidade política.
  2. Libra (Egito): A libra egípcia caiu 35%, refletindo a crise econômica e os problemas sociais que o país enfrenta.
  3. Libra Sul-Sudanesa (Sudão do Sul): Com uma desvalorização de 29,9%, a moeda sul-sudanesa sofre com a contínua instabilidade política e conflitos internos.
  4. Cedi (Gana): A moeda de Gana desvalorizou 20,1%, impactada por desafios econômicos e fiscais.
  5. Peso (Argentina): A Argentina enfrenta uma crise econômica prolongada, com o peso argentino desvalorizando 10,5% até agora em 2024.
  6. Iene (Japão): O iene japonês desvalorizou 10,1%, refletindo uma base econômica enfraquecida e desafios de crescimento.
  7. Real (Brasil): A moeda brasileira caiu 9,5%, influenciada por fatores como a política monetária dos EUA e a piora na balança comercial.
  8. Lira Turca (Turquia): A lira turca desvalorizou 8,7%, afetada por instabilidade econômica e política interna.
  9. Peso Mexicano (México): O peso mexicano registrou uma queda de 8,1%, impactado por incertezas econômicas regionais e globais.
  10. Franco Suíço (Suíça): O franco suíço teve uma desvalorização de 6,8%, influenciado por movimentações no mercado financeiro global.

Qual a Importância de entender o Porquê as Moedas que Perderam Valor esse Ano? 📍

A desvalorização das moedas frente ao dólar em 2024 é resultado de uma combinação de fatores globais e específicos de cada país. 

Para o Brasil, políticas internas e externas desempenharam papéis cruciais na desvalorização do real. 

Compreender essas dinâmicas é essencial para investidores e formuladores de políticas econômicas que buscam navegar em um ambiente financeiro global cada vez mais complexo e interconectado.

FAQ

1. Por que o real brasileiro se desvalorizou tanto em 2024? 

  • O real se desvalorizou devido a uma combinação de fatores, incluindo a política monetária dos EUA, a piora na balança comercial brasileira, revisões fiscais internas e conflitos internacionais, que aumentaram a demanda por dólares.

2. Quais são as moedas que mais perderam valor em 2024? 

  • As moedas que mais perderam valor em 2024 incluem a naira (Nigéria), a libra (Egito), a libra sul-sudanesa (Sudão do Sul), o cedi (Gana) e o peso argentino.

3. Como a política monetária dos EUA afeta a desvalorização de outras moedas? 

  • A política monetária dos EUA, especialmente a manutenção de juros elevados, torna os investimentos em títulos americanos mais atraentes, desviando capital de mercados emergentes e aumentando a demanda por dólares, o que desvaloriza outras moedas.
Visited 12 times, 1 visit(s) today